Veja quais estabelecimentos podem ou não funcionar em Sergipe durante a pandemia

Decreto publicado no dia 1º de maio revogou permissões anteriormente concedidas e outras permaneceram.


O último decreto do governo de Sergipe, publicado no dia 1º de maio, revogou permissões de funcionamento, anteriormente concedidas, para parte do comércio, como é o caso de escritórios, armarinhos e joalherias.

Veja as atividades que estão ou não autorizadas e tire suas dúvidas: Podem funcionar:

  • Farmácias

  • Unidades de saúde

  • Clínicas e emergências veterinárias

  • Agências bancárias

  • Supermercados

  • Postos de combustíveis

  • Distribuidora de água e gás

  • Funerária

  • Locadora de veículos

  • Imprensa

  • Segurança privada

  • Coleta de lixo

  • Açougue e peixaria

  • Padaria

  • Restaurantes e lanchonete (delivery)

  • Construção civil

  • Manutenção de elevador

  • Oficina de veículos

  • Loja agropecuária

  • Loja de material de construção

  • Escritório de advocacia e contabilidade

  • Consultórios de odontologia, fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia, nutrição e podologias (todas em caso de situação de urgências e emergência)

  • Pousadas, hotéis e motéis (exceto as áreas comuns)

Não podem funcionar:

  • Joalherias e relojoarias

  • Imobiliárias

  • Escritórios de arquitetura e engenharia

  • Concessionárias

  • Lojas de tecido e armarinhos

  • Lojas de cosmético e perfumaria

  • Lojas de móveis, colchões e eletrodomésticos

  • Livrarias e papelarias

  • Lojas de climatização

  • Igrejas e templos

  • Academias

  • Shoppings

  • Galerias

  • Boutiques

  • Clubes

  • Boates

  • Casas de espetáculos

  • Salões de beleza

  • Clínicas de estética

  • Instituições de ensino

g1

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS