Segunda Quinzena de maio terá aumento considerável de chuvas

Estudos do Departamento de Meteorologista da Superintendência Especial dos Recursos Hídricos e Meio Ambiente (SERHMA), vinculada à Secretaria Estadual do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), apontam que a segunda quinzena do mês de maio terá um aumento considerável de chuvas em todos os territórios.

De acordo com o meteorologista da SERHMA, Overland Amaral, as chuvas significativas terão início nos próximos dias. “Maio é considerado o mês mais chuvoso do outono, em que os ventos são intensificados e tem apresentado suas características principais até o momento e que marcam a mudança de tempo: a linha de estabilidade de brisa, chuvas comuns durante a noite e início da manhã e as frentes frias que duram de dois a cinco dias, fatores estes ocorrentes em todo o Estado. Nos próximos cinco a dez dias elas se intensificarão do litoral ao sertão, cumprindo de 5 a 10 mm. Do final do mês em diante, teremos chuvas significativas de 50 mm e acima, decorrente da frente fria, sistema em que permanece de dois a três, ou mais dias chovendo”, explica.


Volume de chuvas nos territórios

As chuvas significativas presentes na estação dos ventos, em sua maioria estão presentes na faixa litorânea do sul ao norte. O fenômeno abrange o município de Brejo Grande à foz do Rio São Francisco, em torno de 184 mm a serem registrados. Em Neópolis, às margens do Velho Chico, 158 mm. No Território Centro-Sul do Estado, o município de Lagarto terá 120 mm, Simão Dias 120 mm. Já no Território Sul Sergipano, o município de Boquim terá 120 mm, Umbaúba 160 mm e Estância 180 milímetros.

No Alto Sertão, o município de Nossa Senhora da Glória poderá chegar a 80 mm, em decorrência disso, a média do mês de maio nesse território será de 120 mm. No Território Agreste Central e Médio Sertão, não será diferente, e as chuvas serão bem distribuídas, sendo que em Frei Paulo a média será de 50 mm e em Nossa Senhora das Dores chegará até 80 mm. Esses dados acontecerão sempre de forma  decrescente, do litoral para o interior, sendo comum mais volume na região litorânea e reduzindo até o interior de todos os territórios.


Overland Amaral destaca outros fatores que ocorrerão até o final do mês.  “Ainda na terça-feira, 19, a presença de chuvas intensas será notória e bastante elevada, sendo necessário ter atenção ao volume de chuvas, visto que, os solos já estarão saturados. A tendência é que as chuvas tenham média histórica, beneficiando os pastos, agricultores e toda comunidade ligada diretamente aos recursos e hídricos e a natureza, comprovando que estamos passando por uma condição climática positiva. Convém ressaltar que isso é resultado dos sistemas de ondas do Leste que nascem no centro do oceano e deslocam-se para costa leste/nordeste, atingindo os territórios litorâneos da Bahia, Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte, fazendo com que Sergipe tenha chuvas elevadíssimas”, frisou.


Fonte: Sedurbs

mande sua sugestão, foto e vídeo para nosso whatsapp:

79 99979-2283

pesali_foto_2.jpg

William Pesali

Contato: 79 99979-2283

email: avozdosmunicipios@gmail.com

Confira nossas mídias sociais! 

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon

© Copyright 2021 -  A Voz dos Municípios