Prefeitura de Poço Verde decreta toque de recolher como medida de contenção da Covid-19

Esta é a segunda cidade sergipana a tomar medida. Decreto foi anunciado após a confirmação de um caso em Simão Dias (SE) e o registro de uma morte em Adustina (BA).

A Prefeitura de Poço Verde determinou toque de recolher no município, das 20h às 5h, em novo decreto publicado nesta terça-feira (7), para contenção à Covid-19. A medida vale até o dia 17 de abril.


Poço Verde não teve, até o momento, nenhum caso confirmado da doença, mas segundo a prefeitura, a medida foi tomada por causa da confirmação de um caso em Simão Dias (SE) e o registro da morte de um homem 26 anos em Adustina (BA), ambas cidades vizinhas.

Até esta quarta-feira (8), Sergipe tinha 36 casos comprovados do novo coronavírus e quatro mortes. O toque de recolher exige confinamento domiciliar durante o horário, ficando permitida a circulação apenas quando necessário para acesso a serviços essenciais ou sua prestação, se comprovada a necessidade de urgência. As penalidades para quem descumprir a medida são apreensão de veículos e condução coercitiva. Outras medidas do decreto são a proibição da circulação de transporte interestadual público e privado, a restrição de comercialização em feiras livres apenas por moradores da cidade. Esta semana, acessos à cidade foram fechados.

Em Sergipe, Poço Redondo foi a primeira cidade a adotar a medida. Em todo o país, mais de 30 prefeituras também decretaram toque de recolher como medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. São elas:

  • Poço Redondo (SE) - tempo indeterminado

  • Santarém (PA) - até 19 de abril

  • Juruti (PA) - tempo indeterminado

  • Alenquer (PA) - tempo indeterminado

  • Oriximiná (PA) - tempo indeterminado

  • Prainha (PA) - tempo indeterminado

  • Cianorte (PR) - até 31 de abril

  • Maringá (PR) - até o fim da situação de emergência

  • Jaguariaíva (PR) - tempo indeterminado

  • Umuarama (PR) - tempo indeterminado

  • Cascavel (PR) - tempo indeterminado

  • Paranaguá (PR)- tempo indeterminado

  • Pitanga (PR) - tempo indeterminado

  • Engenheiro Beltrão (PR) - tempo indeterminado

  • São Miguel do Iguaçu (PR) - tempo indeterminado

  • União da Vitória (PR) - tempo indeterminado

  • Piancó (PB) - até 30 de abril

  • Bom Despacho (MG) - tempo indeterminado

  • Materlândia (MG) - tempo indeterminado

  • Ibitinga (SP) - tempo indeterminado

  • Itápolis (SP) - tempo indeterminado

  • Boraceia (SP) - tempo indeterminado

  • Caldas Novas (GO) - tempo indeterminado

  • União dos Palmares (AL) - tempo indeterminado

  • Bonfim (RR) - tempo indeterminado

  • Caracaraí (RR) - tempo indeterminado

  • Iracema (RR) - tempo indeterminado

  • Rorainópolis (RR) - tempo indeterminado

  • Parintins - (AM) - tempo indeterminado

  • Beruri (AM) - tempo indeterminado

  • Conceição do Coité (BA) - tempo indeterminado


Por G1

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS