Passageiros mostram ônibus lotados no primeiro dia útil após redução de frota na Grande Aracaju

Setransp diz que pessoas continuam saindo à ruas, mesmo após medidas do governo.


No início desta segunda-feira (23), alguns ônibus do transporte coletivo que abrange a Grande Aracaju estavam lotados, conforme denúncias de internautas, em descumprimento às determinações do governo do estado e da prefeitura do município para conter o avanço da Covid-10 em Sergipe, que já tem 10 casos confirmados.

No último dia 20 de março, a administração estadual emitiu decreto que diz que o transporte coletivo de passageiros, público e privado, urbano e rural, municipal e intermunicipal, em todo o território sergipano, não exceda à capacidade de passageiros sentados. No mesmo dia, a prefeitura determinou a redução de 30% da frota durante a semana e de 50% no fim de semana.

Segundo as denúncias, por volta das 6h da manhã, coletivos que fazem a linha 007 - Fernando Collor/Atalaia e 071 - Atalaia Nova/Centro, estavam sujos e com excesso de passageiros.

A superintendente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp), Raissa Cruz informou que as determinações estão sendo cumpridas pelo setor, mas ressaltou que as pessoas continuam indo às ruas. "A limpeza está sendo regular e reforçada. Quanto à quantidade de pessoas, foi feita uma determinação da prefeitura de redução de frota em 30% e a gente já observou uma queda de demanda grande, na sexta-feira, de 53% e no fim de semana, de 68%.

Tendo em vista isso, o setor e a prefeitura achava que a demanda seria menor de passageiros hoje, só que as pessoas continuam saindo às ruas. E isso nos surpreendeu. Mas mesmo assim as empresas fizeram um remanejamento para atender e agora o movimento está mais calmo", disse a superintendente.




Por G1

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS