Papiloscopistas paralisam atividades por 48 horas

Os papiloscopistas decidiram paralisar as atividades dos serviços de papiloscopia durante 48 horas. A decisão foi reforçada durante uma Assembleia Geral realizada pela Associação Sergipana dos Papiloscopistas de Carreira (Aspac) no dia 18 deste mês de setembro.

A paralisação tem como objetivo chamar atenção da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), para que as atividades dos papiloscopistas sejam respeitadas. Segundo o presidente da Aspac, Washington dos Santos, “outros profissionais estão realizando as atividades pertencentes a categoria dos papiloscopistas”.

De acordo com o presidente, as principais atividades que podem ser prejudicadas com a paralisação são as de identificação de cadáveres e a criminalística. “Mesmo com a paralisação, serão mantidos os 30% do quadro de funcionários exigidos pela lei em atividade”, observou Washington.

A paralisação acontece nos dias 24 e 25 de setembro, sendo a concentração dos profissionais realizada no primeiro dia em frente ao Instituto de Identificação e no segundo dia, em frente o Instituto Médico Legal.


Por: A8 se

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS