Novo lote do auxílio emergencial de R$ 600 começa a ser pago; Veja como solicitar

Auxílio emergencial pode chegar ao valor de R$ 1.200. Benefício é pago para trabalhadores que tiveram rendas impactadas pela pandemia do coronavírus.

O pagamento do auxílio emergencial – o “coronavoucher” – teve início no dia 9 de abril. Para esta segunda-feira, dia 13, mais um lote da primeira parcela de R$ 600 a R$ 1.200 será garantida.


Os contemplados da vez são os trabalhadores informais que tiveram suas rendas reduzidas. Cidadãos que já estavam registrados no CadÚnico foram os recebedores da última semana.


A partir de 16 de abril, os brasileiros que recebem o Bolsa Família poderão sacar o auxílio. O acesso aos recursos seguirá de acordo com o calendário de pagamento do seu benefício.


Auxílio emergencial de R$ 600


A segunda parcela do auxílio emergencial será paga no final de abril. A terceira, por sua vez, no fim de maio.


O calendário de pagamentos foi estipulado com o objetivo de evitar aglomeração de pessoas em agências da Caixa ou às casas lotéricas, e garantir o distanciamento social. De acordo com o governo, o auxílio deve ser pago a 70 milhões de pessoas.


Quem tem direito ao coronavoucher?


O Projeto de Lei 1.066, de 2020, que dispõe do pagamento do benefício garante sua concessão para trabalhadores que se enquadrem nas seguintes exigências:

  • Ter idade superior a 18 anos;

  • Não possuir emprego formal ou contrato de renda intermitente ativo;

  • Não receber benefícios ou seguridades pagas pelo governo, como aposentadoria, seguro-desemprego ou programas de transferência de renda do governo, com exceção do Bolsa Família;

  • Ter renda familiar mensal de até meio salário mínimo (522,50 reais) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (3.135 reais);

  • Não ter recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de 28.559,70 reais.


Vale salientar que é permitido que até duas pessoas de uma mesma família acumulem benefícios (auxílio emergencial e Bolsa Família). Caso o auxílio emergencial seja maior do que o do benefício do Bolsa Família, o trabalhador irá receber o maior.


Os candidatos também devem atender uma das seguintes modalidades:

  • Prestar serviços como Microempreendedor Individual (MEI);

  • Contribuir para a Previdência Social individualmente ou de forma facultativa;

  • Ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único, até o dia 20 de março.

Como solicitar o auxílio emergencial de R$ 600?


A solicitação do benefício é feita por meio do site ou aplicativo Caixa Auxílio Emergencial. A ferramenta está disponível para aparelhos com sistema operacional Android e iOS.



Por Concurso Brasil



instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS