Novas orientações para fabricação de máscaras de pano podem dificultar a adesão da população

A recente declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS), apresentou novas orientações quanto à utilização das máscaras como medida importante no controle da COVID-19. De acordo com as diretrizes, as máscaras devem ter uma camada externa de material resistente a água, uma mais interna que absorva a água e uma intermediária para agir como um filtro.

O médico infectologista e professor de Medicina da Unit, Matheus Todt acredita que a recomendação para produção de máscara com três camadas de diferentes materiais pode dificultar o seu uso pela população em geral. “A máscara que era possível de ser utilizada de forma artesanal, de tecido, com apenas duas camadas, agora tem de possuir três camadas. Com isso, a confecção caseira vai ficar praticamente impossível”, supõe o infectologista.


A OMS informa que esse tipo de máscara deve ser usada em locais com altos índices de transmissão e em condições que dificultem o distanciamento social, principalmente por pessoas com idade acima de 60 anos ou que apresentem doenças pré-existentes.  

“O uso da máscara continua sendo uma medida que não possui grande utilidade sem o isolamento social, ainda que estudos apontem que sua utilização de forma mais rigorosa apresente algum impacto na redução da transmissão’, considera Todt.





 Assessoria de Imprensa/Unit

mande sua sugestão, foto e vídeo para nosso whatsapp:

79 99979-2283

pesali_foto_2.jpg

William Pesali

Contato: 79 99979-2283

email: avozdosmunicipios@gmail.com

Confira nossas mídias sociais! 

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon

© Copyright 2021 -  A Voz dos Municípios