Mobilização: peritos criminais paralisam atividades


Peritos criminais de Sergipe fazem manifestação na porta do Instituto Médico Legal (IML) na manhã desta terça-feira (08), e atendem o público com apenas 30% dos servidores.  Segundo o vice-presidente do sindicato dos servidores da Pericia Criminal de Sergipe, Carlos Alberto, a categoria vem desde 2014, pedindo a reestruturação da carreira.


Sem êxito, em Janeiro de 2020 pediram uma nova mesa de negociação com o governo de Sergipe, o que até hoje foram atendidos, segundo Carlos Alberto.

 “Nós precisamos da estruturação da carreira, isso não quer dizer reajuste salarial, mas sim uma negociação”, reforça o sindicalista.


Por a8 SE

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS