Lojas de eletrônicos e móveis, concessionárias, imobiliárias e escritórios irão reabrir nesta quinta

As atividades devem observar o horário diferenciado de funcionamento conforme os decretos municipais. Em Aracaju, será das 9h às 16h.

Nesta quinta-feira (18), alguns segmentos do comércio, que foram fechados no fim de março para prevenir a proliferação do novo coronavírus, voltam a abrir ao público em Sergipe. A reabertura é preliminar às medidas de retomada da economia, com o Sistema de Distanciamento Social Responsável, anunciadas pelo governo do estado esta semana. Atualmente, o estado tem mais de 16,8 mil casos e mais de 380 mortes pela Covid-19.

Estão autorizados a funcionar os seguintes tipos de estabelecimentos: concessionárias de veículos; imobiliárias e similares; comércio de eletrodomésticos; eletrônicos; elétricos; comunicação; informática; equipamentos de áudio e vídeo; comércio de móveis e colchoaria; escritórios de engenharia e arquitetura. Veja a lista completa abaixo. As atividades devem observar o horário diferenciado, conforme os decretos municipais. Em Aracaju, será das 9h às 16h. Já os escritórios de engenharia e arquitetura continuarão com horário normal. Devem ser seguidas as recomendações específicas relacionadas à prevenção de proliferação da Covid-19, bem como práticas de higiene.

  • São Cristóvão não segue o governo e prorroga as enfrentamento ao coronavírus até 30 de junho

Anteriormente, apenas segmentos considerados essenciais podiam funcionar. No dia 23 de junho, deve começar a considerada 'Fase 1' da flexibilização, que vai levar em consideração a taxa de ocupação das UTIs no estado. Até o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES), os leitos públicos estavam com 69,1% de lotação e os particulares com 88,4%.

  • Loja de tecidos tenta esconder clientes aglomerados em depósito e é autuada pelo Procon

  • Prefeito da capital confirma que vai seguir calendário de flexibilização anunciado pelo governo

De acordo com o governador Belivaldo Chagas (PSD), as medidas seguem rigores técnicos, elaboradores pelo Comitê Científico e a SES. Após o anúncio da retomada, os ministérios públicos Federal (MPF), do Trabalho (MPT) e do Estado de Sergipe (MP/SE) encaminharam um ofício ao governo solicitando detalhes sobre os critérios e as evidências científicas para a elaboração do plano. O governo disse que vai responder dentro do prazo, que deve se encerrar nessa sexta-feira (19). Nesta quinta-feira (18), alguns segmentos do comércio, que foram fechados no fim de março para prevenir a proliferação do novo coronavírus, voltam a abrir ao público em Sergipe. A reabertura é preliminar às medidas de retomada da economia, com o Sistema de Distanciamento Social Responsável, anunciadas pelo governo do estado esta semana. Atualmente, o estado tem mais de 16,8 mil casos e mais de 380 mortes pela Covid-19.

Estão autorizados a funcionar os seguintes tipos de estabelecimentos: concessionárias de veículos; imobiliárias e similares; comércio de eletrodomésticos; eletrônicos; elétricos; comunicação; informática; equipamentos de áudio e vídeo; comércio de móveis e colchoaria; escritórios de engenharia e arquitetura. Veja a lista completa abaixo. As atividades devem observar o horário diferenciado, conforme os decretos municipais. Em Aracaju, será das 9h às 16h. Já os escritórios de engenharia e arquitetura continuarão com horário normal. Devem ser seguidas as recomendações específicas relacionadas à prevenção de proliferação da Covid-19, bem como práticas de higiene.

  • São Cristóvão não segue o governo e prorroga as enfrentamento ao coronavírus até 30 de junho

Anteriormente, apenas segmentos considerados essenciais podiam funcionar. No dia 23 de junho, deve começar a considerada 'Fase 1' da flexibilização, que vai levar em consideração a taxa de ocupação das UTIs no estado. Até o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES), os leitos públicos estavam com 69,1% de lotação e os particulares com 88,4%.

  • Loja de tecidos tenta esconder clientes aglomerados em depósito e é autuada pelo Procon

  • Prefeito da capital confirma que vai seguir calendário de flexibilização anunciado pelo governo

De acordo com o governador Belivaldo Chagas (PSD), as medidas seguem rigores técnicos, elaboradores pelo Comitê Científico e a SES. Após o anúncio da retomada, os ministérios públicos Federal (MPF), do Trabalho (MPT) e do Estado de Sergipe (MP/SE) encaminharam um ofício ao governo solicitando detalhes sobre os critérios e as evidências científicas para a elaboração do plano. O governo disse que vai responder dentro do prazo, que deve se encerrar nessa sexta-feira (19).

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS