Inquérito sobre filho que esfaqueou o pai; Caso pode ser concluído como legítima defesa de terceiro

Polícia instaura inquérito sobre filho que esfaqueou o pai no município de Itabaiana; caso pode ser concluído como legítima defesa de terceiro.

A Polícia Civil pode concluir o inquérito sobre o caso do filho que esfaqueou o pai, no município de Itabaiana na segunda-feira (7), como legítima defesa de terceiro, caso seja comprovado que ele agiu para defender a mãe das agressões. O pai chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.


De acordo com o delegado Tarcísio Tenório, o filho se apresentou à delegacia na terça-feira (8), foi ouvido e liberado em seguida. No dia da ocorrência, ele não havia sido encontrado.

"O inquérito policial já foi instaurado, já iniciamos as demais diligências do caso. É uma hipótese provável de legítima defesa de terceiro. Essa é a linha que estamos seguindo e o inquérito será remetido no prazo legal", disse Tenório.

A mãe e o irmão dos suspeito, além de outras testemunhas devem ser ouvidos esta semana. O caso Segundo as diligências realizadas pelas polícias Militar e Civil, na noite da segunda-feira (7), o homem chegou à casa da ex-esposa com a arma e tentou esfaqueá-la. O filho do casal viu a situação e começou uma luta corporal com o pai.

"Portando uma arma branca, uma faca, [ele] tentou contra a vida dela. Um dos filhos do casal interveio na situação, conseguiu tomar a arma de seu pai e desferiu um único golpe de arma branca na região do tórax", informou o delegado.

A mulher acionou a polícia e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o homem foi socorrido e levado ao Hospital Regional de Itabaiana, mas não resistiu. O corpo chegou ao Instituto Médico Legal, em Aracaju, na madrugada da terça-feira.



Por G1

mande sua sugestão, foto e vídeo para nosso whatsapp:

79 99979-2283

pesali_foto_2.jpg

William Pesali

Contato: 79 99979-2283

email: avozdosmunicipios@gmail.com

Confira nossas mídias sociais! 

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon

© Copyright 2021 -  A Voz dos Municípios