G20 vai injetar 5 trilhões de dólares na economia mundial

Balanço global da pandemia de Covid-19 ultrapassou 21.000 mortos

Os líderes dos países do G20 anunciaram, nesta quinta-feira (26), em uma cúpula virtual, sua intenção de injetar "mais de 5 trilhões de dólares" na economia mundial, a fim de "combater as repercussões sociais, econômicas e financeiras da pandemia" do novo coronavírus.


"Estamos firmemente decididos a apresentar uma frente unida contra essa ameaça comum", acrescentaram os representantes das principais potências mundiais em comunicado divulgado após a reunião de emergência presidida pelo rei Salman da Arábia Saudita.


O balanço global da pandemia de Covid-19 ultrapassou 21.000 mortos e confinou em suas casas, de uma maneira sem precedentes, mais de três bilhões de pessoas em todo o mundo. 


A reunião foi realizada no momento em que as principais potências trabalham para mitigar os efeitos da pandemia em suas próprias economias, como Estados Unidos, Alemanha e Arábia Saudita, que preside o G20 este ano.


As 20 maiores economias do mundo também anunciaram que trabalharão com organizações internacionais "para implantar um conjunto sólido, coerente, coordenado e rápido de medidas financeiras".


E instaram essas instituições, incluindo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo Monetário Internacional (FMI), a "ajudar os países emergentes e em desenvolvimento a lidar com as perturbações da saúde, econômicas e sociais relacionadas à Covid-19".



Por Otempo

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS