Funcionário de empresário que foi preso após forjar o próprio sequestro presta depoimento à polícia

Ele alegou não saber que fotos tiradas por ele faziam parte de uma esquema de falso sequestro.

Um funcionário do empresário, que foi preso após forjar o próprio sequestro, contou à polícia como foram realizadas as fotos dos falsos ferimentos, que foram enviadas aos familiares do patrão durante o tempo em que ele esteve 'desaparecido'.


Segundo a polícia, o homem alegou não saber como o empresário iria utilizar as fotos. Em seu depoimento, o funcionário informou que viajou com o patrão até uma pousada no município de Indiaroba, onde as fotos foram realizadas.

A delegada Mayra Evangelista disse que durante as investigações o empresário, o funcionário e outro homem foram flagrados por câmeras de estabelecimentos comerciais circulando juntos, sem nenhum indício de que ele estivesse sendo coagido pela dupla.

O empresário do mercado financeiro, que opera investimentos de terceiros, sócios/clientes, em corretoras nacionais e internacionais de moedas estrangeiras, continua preso, preventivamente, até que fique comprovado que nenhum recurso de seus clientes foi desviado.



Por G1

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS