“Eu quero sair daqui com 100% da minha inocência”, reitera Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a reforçar que só deixará a Superintendência da Polícia Federal de Curitiba com sua inocência reconhecida por completo pela Justiça.

A declaração do petista acontece após procuradores da Operação Lava Jato defender a progressão de Lula para o regime semiaberto.


"Eu quero sair daqui com 100% da minha inocência. Não dia assim, 'ah, vamos tirar o coitadinho, porque ele está velho'. Não estou velho. (...) 'Ah, vamos colocar uma tornozeleira nele', não sou pombo. Coloquem neles a tornozeleira", disse Lula. O ex-presidente Lula concedeu entrevista ao Jornal GGN. Na oportunidade, Lula ainda afirmou que o seu “maior prazer seria sair daqui e o Moro entrar no meu lugar, ele e o Dallagnol”.


O petista está preso desde o dia 7 de abril de 2018. Ele cumpre pena após ser condenado em 2ª instância pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4). A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, em julgamento no dia 13 de maio, reduzir a pena do ex-presidente Lula em sua condenação para 8 anos, 10 meses e 20 dias. A decisão foi tomada por unanimidade, com 4 votos a 0. A pena anterior de Lula, que havia sido fixada pelo TRF-4, era de 12 anos e 1 mês.



Por: chico sabe tudo

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS