Em carta, empresários cobram plano de retomada da atividade econômica

Documento direcionado à população demonstra preocupação do setor produtivo

Em carta direcionada à população, o setor produtivo sergipano, responsável pela geração de mais de 300 mil empregos, demonstrou insatisfação com a ausência de respostas por parte do Governo do Estado sobre um plano de retomada da atividade econômica. 


Na carta, as entidades do segmento empresarial de comércio, serviços, turismo, construção civil, indústria, transportes e agricultura apresentam questionamentos a serem feitos às autoridades constituídas, pedindo a oportunidade de negociação para a retomada gradativa das ocupações econômicas.


O documento, assinado por 19 entidades, reclama da “ausência de um plano estruturado de combate ao Covid-19 que proteja, de forma clara e objetiva, a saúde dos sergipanos e a economia do nosso estado”.  A categoria questiona, também, a eficácia das medidas de distanciamento social e os resultados pouco expressivos no combate à doença, que atinge menos de 1% da população sergipana.


As entidades reforçam, ainda, seu comprometimento com o Poder Público, inclusive auxiliando na compra de materiais para a área de saúde, lembrando que o setor produtivo é agente contributivo gerador de emprego e renda para a população e que há um grande risco de desemprego, devido ao fechamento das empresas e à interrupção de atividades.


Por meio do texto, o setor produtivo pede que que seja aberto um canal real de diálogo, para discutir a elaboração urgente de um Plano de Expansão da Estrutura de Saúde para atendimento às vítimas do Covid-19, simultaneamente com um Plano de Retomada das atividades econômicas, respeitando as imposições de distanciamento social e os protocolos de biossegurança para evitar a transmissão da doença.


O Governo do Estado ainda não se pronunciou sobre o assunto. A previsão é de que um novo decreto seja apresentado no dia 18 de maio.


Confira carta na íntegra:




Por F5

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS