EcoRodovias arremata lote do primeiro leilão de estradas da gestão Bolsonaro

A Ecorodovias ganhou nesta sexta-feira (27) a concessão da BR 364/365, estrada que liga as cidades de Uberlândia, no triângulo mineiro, e Jataí, em Goias. O trecho de 437 quilômetros faz parte de um importante corredor de escoamento para o agronegócio.

O leilão foi realizado na sede da B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. A empresa vencedora ofereceu o menor valor de pedágio, R$ 4,69 – o maior desconto em relação ao preço inicial previsto pelo edital. Ao todo, serão sete praças de pedágio em todo o trecho.


Além da EcoRodovias, outras duas interessadas participaram da disputa: a Silva e Bertoli Empreendimentos e o consórcio Way.


De acordo com o contrato, a nova concessionária terá o direito de exploração da estrada por 30 anos e deve investir cerca de R$ 4,5 bilhões. Além da manutenção e conservação, a empresa vai realizar obras de recapeamento, duplicação e implantação de faixas.


O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, estima que apenas as obras gerem cerca de 4 mil empregos diretos.


A operação da EcoRodovias começa em janeiro de 2020 com serviços de manutenção. Já a finalização das obras e o início da cobrança de pedágio deve ocorrer em janeiro de 2021. O diretor de finanças da concessionária, Marcello Guidotti, disse que a adesão do trecho se encaixa no projeto do grupo de expansão para além do Sudeste e do Sul do país.


A BR 364/365 é a primeira rodovia concedida no governo Bolsonaro. Até o fim da gestão, o Ministério da Infraestrutura espera repassar ao menos 11 mil quilômetros de estradas para a iniciativa privada. Para 2020, o governo ainda prevê a concessão de mais sete rodovias, 22 aeroportos e duas ferrovias.


As concessões fazem parte do Programa de Parceria e Investimentos, o PPI, iniciado na gestão Temer.


Por jovem Pan

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS