Coronavírus: Sergipe tem cinco casos confirmados

Todas as vítimas são da capital sergipana e estiveram recentemente em países com surto da doença


Sergipe tem, hoje, cinco pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Covid-19). O primeiro caso foi confirmado na última sexta-feira, dia 13, e, no início da noite desta segunda, 16, quatro suspeitas foram validadas pelo Governo do Estado. Todas as vítimas são da capital sergipana e estiveram recentemente em países com surto da doença.

“Recebemos a confirmação de mais quatro casos aqui na capital e, assim, passamos a ter cinco casos confirmados. Novas medidas foram adotadas, ou seja, eventos públicos foram reduzidos a 100 pessoas em locais abertos e 50 em locais fechados. As aulas da rede pública e privada da capital serão suspensas por quinze dias, a partir do dia 18.


Eventos em teatros, shows e afins também serão suspensos. Bares e restaurantes continuarão funcionando, desde que mantenham espaço entre as mesas. Recomendamos, também, que as instituições religiosas não realizem cultos neste período. Essas medidas restringem ainda mais a circulação de pessoas e pedimos que a sociedade nos ajude e que cada um cumpra o seu papel. Precisamos da ajuda de todos para que o pico do coronavírus, aqui na capital, não atinja o tamanho que atingiu outros lugares do mundo”, informou o prefeito Edvaldo Nogueira em um vídeo divulgado em suas redes sociais.


As novas diretrizes foram definidas em reunião da qual participaram o prefeito Edvaldo Nogueira, o governador Belivaldo Chagas, secretários municipais e estaduais e técnicos da área da Saúde.


Trazendo para a realidade estadual, com essas novas medidas, por meio de dois decretos diferentes, mas que seguem alinhados de acordo com entendimento dos poderes estadual e municipal, as aulas da rede estadual também estão suspensas por 15 dias – com recomendação, também, para as escolas da rede privada.


Além disso, o Governo do Estado também solicitou a suspensão de eventos em teatros, cinemas e afins – e, ainda, orienta que bares e restaurantes mantenham a distância de dois metros entre as mesas, conforme preconiza o Ministério da Saúde.


Dentro do decreto estadual, existe, ainda, a orientação para suspensão de cultos e manifestações religiosas, no entanto, segundo o Governo do Estado, por entender a liberdade de culto, a decisão para esta medida caberá a cada instituição.


Por JC da cidade

mande sua sugestão, foto e vídeo para nosso whatsapp:

79 99979-2283

pesali_foto_2.jpg

William Pesali

Contato: 79 99979-2283

email: avozdosmunicipios@gmail.com

Confira nossas mídias sociais! 

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon

© Copyright 2021 -  A Voz dos Municípios