Congresso e STF não querem Sergio Moro

Assim, sem se meter na atual crise instalada com a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública, NE NOTÍCIAS informa que o presidente Jair Bolsonaro enviou emissários para sondarem com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Davi Alcolumbre (DEM-AP) e do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, a possibilidade de seu afastamento do cargo.


Na manhã deste sábado, 25, o presidente foi informado pelos emissários que, no Congresso e no STF, há muito mais divergências do que convergências com Sergio Moro.

Para o governo, pelo menos momentaneamente, não haverá avanços contrários no Congresso e no STF, SE NÃO SOBREVIEREM NOVOS EPISÓDIOS.

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS