Chamados vergonhosamente de “parasitas”, servidores provocam recuo do governo

O governo federal já não sabe quando enviará para o Congresso Nacional o projeto de Reforma Administrativa.

O recuo se deu depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, VERGONHOSAMENTE, chamar servidor de “parasita”.


A tal reforma prevê o fim da estabilidade para os novos servidores e tira direitos do funcionalismo público, vítima da roubalheira que tomou conta do País, Estados e municípios.


O governo previa enviar o projeto ainda esta semana.



Por NE

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS