Carlos Bolsonaro nega ser chefe de esquema de fake news: "matéria lixo"

"É muito mais fácil apontar manipulação feita pela grande mídia. Matéria lixo!”, escreveu o vereador sobre a revelação de que é apontado pela PF como o chefe do esquema de disseminação de notícias falsas e ataques a autoridades, em inquérito investigado pelo STF

O vereador Carlos Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, foi às redes sociais para negar que lidere um esquema criminoso de divulgação de fake news e ataques a autoridades, em inquérito consudizo pelo Supremo Tribunal Federal (STF). 

“Esquema criminoso de… notícias falsas. O nome em si já é uma piada completa! Corrupção, tráfico, lavagem, licitações? Não! E notaram que nunca falam que notícias seriam essas? É muito mais fácil apontar manipulação feita pela grande mídia. Matéria lixo!”, escreveu Carluxo pelo Twitter. 


Segundo o jornalista Leandro Colon, da Folha de S. Paulo, dentro da Polícia Federal não há dúvidas de que Jair Bolsonaro pressionou o ex-diretor da PF Mauricio Valeixo, homem de confiança de Sérgio Moro, porque tinha ciência de que a corporação havia chegado ao seu filho.


brasil247

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS