Caixa pausa pagamento do auxílio emergencial; veja quando será retomado

O pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa

Família terminou na última sexta-feira (31). Agora, os próximos pagamentos do benefício de R$ 600 acontecem a partir da quarta-feira (05), quando a Caixa Econômica Federal (CEF) irá depositar a quantia nas contas digitais dos aprovados no quinto, quarto, terceiro, segundo e primeiro lote, nascidos em maio. Além disso, a parcela também será paga aos inscritos no CadÚnico (veja calendário abaixo).

A quarta parcela começou a ser paga na quarta-feira (22) para os beneficiários do primeiro lote (receberam primeira parcela até abril) e para os inscritos no Cadastro Único.

Os demais aprovados também recebem a partir de 22 de julho. Os que foram aprovados no segundo lote recebem a terceira parcela; os aprovados no terceiro e quarto lotes recebem a segunda; e os novos aprovados vão receber o primeiro pagamento. Veja abaixo o calendário dos próximos pagamentos de cada lote. 

Lote 1

Os trabalhadores aprovados em abril fazem parte do primeiro lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª, 2ª e 3ª parcela da quantia já foram depositadas na conta digital da Caixa.  O depósito em conta da 4ª parcela acontece desde a quarta-feira (22). A 5ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto. 

Calendário de pagamentos da 4ª parcela: 

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07 Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08 Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08 Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08 Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08 Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08 Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08 Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9 Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09 Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09 Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09 Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 2

Os trabalhadores aprovados em maio fazem parte do segundo lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª e a 2ª parcela da quantia já foram depositadas na conta digital da Caixa. O depósito em conta da 3ª parcela acontece desde a quarta-feira (22). A 4ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto e a 5ª em 9 de outubro.

Calendário de pagamentos da 3ª parcela: 

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07 Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08 Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08 Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08 Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08 Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08 Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08 Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9 Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09 Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09 Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09 Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 3

Os trabalhadores aprovados no início de junho fazem parte do terceiro lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª parcela da quantia já foi depositada na conta digital da Caixa. O depósito em conta da 2ª parcela acontece desde a quarta-feira (22). A 3ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto, a 4ª em 9 de outubro e a 5ª em 16 de novembro.

Calendário de pagamentos da 2ª parcela:

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07 Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08 Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08 Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08 Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08 Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08 Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08 Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9 Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09 Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09 Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09 Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 4

Os trabalhadores aprovados no fim de junho fazem parte do quarto lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª parcela da quantia já foi depositada na conta digital da Caixa. O depósito em conta da 2ª parcela acontece desta a quarta-feira (22). A 3ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto, a 4ª em 9 de outubro e a 5ª em 16 de novembro.

Calendário de pagamentos da 2ª parcela:

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07 Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08 Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08 Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08 Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08 Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08 Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08 Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9 Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09 Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09 Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09 Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Lote 5

Os trabalhadores aprovados do fim de junho para o começo de julho fazem parte do quinto lote do auxílio emergencial. Para este grupo, a 1ª parcela da quantia está sendo depositada desde a quarta-feira (22). A 2ª parcela começará a ser paga em 28 de agosto, a 3ª em 9 de outubro e a 4ª e 5ª em 16 de novembro. 

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07 Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08 Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08 Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08 Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08 Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08 Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08 Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9 Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09 Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09 Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09 Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Inscritos no CadÚnico que não recebem Bolsa Família

Para este grupo, 1ª, 2ª e 3ª parcelas já foram pagas. Faltam portanto a 4ª e a 5ª. 

Calendário de pagamentos da 4ª parcela:

Nascidos em janeiro: depósito em 22/07 e saque em 25/07 Nascidos em fevereiro: depósito em 24/07 e saque em 1/08 Nascidos em março: depósito em 29/07 e saque em 1/08 Nascidos em abril: depósito em 31/07 e saque em 8/08 Nascidos em maio: depósito em 5/08 e saque em 13/08 Nascidos em junho: depósito em 07/08 e saque em 22/08 Nascidos em julho: depósito em 12/08 e saque em 27/08 Nascidos em agosto: depósito em 14/08 e saque em 1/9 Nascidos em setembro: depósito em 17/08 e saque em 05/09 Nascidos em outubro: depósito em 19/08 e saque em 12/09 Nascidos em novembro: depósito em 21/08 e saque em 12/09 Nascidos em dezembro: depósito em 26/08 e saque em 17/09

Beneficiários do Bolsa Família

Já receberam 1ª, 2ª, 3ª e 4ª parcela do auxílio. A 4ª parcela foi paga entre 20 e 31 de julho; e a 5ª será paga entre os dias 18 e 31 de agosto.

Os pagamentos para inscritos no auxílio emergencial que já recebem o Bolsa Família seguem o calendário do próprio benefício. A data de pagamento aos beneficiários do Bolsa Família é realizada de acordo com o Número de Identificação Social (NIS).

Quinta parcela:

NIS final 1 - 18 de agosto

NIS final 2 - 19 de agosto

NIS final 3 - 20 de agosto

NIS final 4 - 21 de agosto

NIS final 5 - 24 de agosto

NIS final 6 - 25 de agosto

NIS final 7 - 26 de agosto

NIS final 8 - 27 de agosto

NIS final 9 - 28 de agosto

NIS final 0 - 31 de agosto

Nova análise

O prazo de cadastramento para receber o auxílio emergencial terminou no dia 2 de julho. Quem se cadastrou no prazo, e foi aprovado na análise feita pela Dataprev, receberá as cinco parcelas. No entanto, segundo o Ministério da Cidadania, uma nova análise será feita para saber se o auxílio será mantido. Não é necessário um novo cadastro. Veja quem pode ter o auxílio cortado:

- Trabalhador com carteira assinada; - Quem recebeu o seguro-desemprego após ter o auxílio aprovado; - Aposentado, pensionista do INSS, que começou a receber o auxílio-doença ou outros benefícios, com exceção do Bolsa Família; - Quem fez uma contribuição ao INSS maior que R$ 3.145; - Quem tem a renda familiar maior que três salários mínimos (R$ 3.145) ou se a renda mensal por pessoa seja maior que meio salário mínimo (R$ 522,5); - Quem tem o CPF irregular.


por uol

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS