Belivaldo Chagas não descarta suspensão da reabertura da economia

Governador diz que ocupação de leitos é alta e pode ‘fechar o que já foi aberto’

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSB), avisou nesta segunda-feira (6) que poderá recuar na liberação para reabertura de setores da economia no estado e até mesmo voltar a fechar os estabelecimentos já autorizados a funcionar, caso o nível de ocupação dos leitos continue a subir no sistema público de saúde. 


Com mais de 30 mil pessoas infectadas e quase 800 óbitos por covid-19, Sergipe tem hoje 79,3% das vagas de UTI ocupadas na rede pública. Nos hospitais privados a situação é mais grave e todos já operam acima da capacidade, com uma taxa de ocupação em 118%.


O estado dispõe de um total de 293 leitos de internação intensiva exclusivos para covid-19. Belivaldo disse que há previsão de abertura de novos leitos nos próximos dias, mas teme que a ampliação não seja suficiente para garantir o início da segunda fase do plano de retomada econômica


“Temos hoje 684 pacientes internados em UTI e enfermaria e mais de 9 mil em isolamento domiciliar que, se apresentarem alguma complicação, vão precisar de hospital. A gente vai continuar fazendo nossa parte, mas há limites, daqui a pouco não vamos conseguir mais abrir leitos por falta de pessoal e de medicamentos”, disse Belivaldo em entrevista à Fan FM. 


A decisão deverá sair no começo da próxima semana. Conforme programado pelo Estado, a segunda fase de reabertura contempla os segmentos do comércio ainda fechados, bares e restaurantes, shoppings e centros comerciais, administração pública não essencial, além da ampliação da capacidade de público em templos religiosos.



Por F5

mande sua sugestão, foto e vídeo para nosso whatsapp:

79 99979-2283

pesali_foto_2.jpg

William Pesali

Contato: 79 99979-2283

email: avozdosmunicipios@gmail.com

Confira nossas mídias sociais! 

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon

© Copyright 2021 -  A Voz dos Municípios