Auxílio emergencial de R$ 100 servirá para compra de alimentos

O auxílio no valor de R$ 100 – que será concedido pelo Governo de Sergipe por meio do Cartão Mais Inclusão – será destinado a pessoas em extrema pobreza, que se encontram em situação de insegurança alimentar nutricional em todo o Estado.

O valor é destinado a compra de gêneros alimentícios em qualquer estabelecimento comercial da rede credenciada Banese, e será pago mensalmente durante um período de quatro meses, podendo ser prorrogado.


Os beneficiários já foram identificados a partir da base do Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico, através do cruzamento dos critérios: possuir renda mensal de até 89 reais e não estarem recebendo nenhum outro benefício pago pelo governo estadual (Aluguel Social e Programa Mão Amiga). Neste momento inicial, contudo, o programa priorizará as pessoas com renda de até 65 reais e que não possuam acesso a nenhum outro benefício (inclusive Bolsa Família), pois são as que se encontram em maior vulnerabilidade.


Os cartões, que foram produzidos pelo Banese, estão sendo entregues aos beneficiários pelas equipes das Secretarias municipais de Assistência Social. A entregue deve ser finalizada até o dia 20. “Pedimos aos grandes municípios muito cuidado para evitar aglomeração de pessoas durante a entrega. Sugerimos a organização do fluxo por ordem alfabética e por bloco de horas, como é feito em consultas médicas. A partir de maio, pactuamos o dia 10 para a recarga mensal do benefício”, disse a secretária de Estado da Inclusão e Assistência Social, Leda Lúcia Couto.


O cartão é entregue ao beneficiário com o crédito. Assim que recebê-lo, o beneficiário poderá imediatamente realizar a compra de alimentos nos estabelecimentos credenciados pelo Banese nos municípios, através da senha pessoal que acompanhará cada cartão.




Com informações da Seit

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS