Aracaju tem maior alta no preço da cesta básica entre as capitais








Aracaju registrou um aumento de 4,75% no preço da cesta básica entre as 17 principais capitais do Brasil durante o mês de janeiro e liderou a lista de cidades com maior alta durante o período.


A pesquisa que culminou nesse resultado foi divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) na última quinta-feira, 6.


O levantamento apontou que atualmente o aracajuano destina 38,57% do salário-mínimo para a compra da cesta composta por itens básicos de alimentação familiar e que está avaliada em R$ 368,69. No estudo é possível verificar ainda que os alimentos que mais elevaram o preço da cesta básica na capital sergipana foram o tomate, com uma alta de 45,2%, e o quilo do açúcar, registrado em 16,75%. O tomate, por exemplo, foi responsável por colocar Aracaju na segunda colocação entre os maiores aumentos entre as cidades pesquisadas.


Apesar da alta, o valor dos itens ainda fazem com que Aracaju tenha a cesta básica mais barata entre as 17 cidades pesquisadas, seguida por Salvador-BA (R$ 376,49), João Pessoa-PB (R$ 388,02) e Natal-RN (R$ 389,26).

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS