Quarta, 24 de Julho de 2024
79 99979-2283
Dólar comercial R$ 5,59 -0.03%
Euro R$ 6,06 -0.081%
Peso Argentino R$ 0,01 +0.561%
Bitcoin R$ 393.338,04 +0.607%
Bovespa 126.589,84 pontos -0.99%
Economia Negócios

Novo indicador da ABAC mostra otimismo dos consórcios

ABAC, entidade que representa o setor em nível nacional, lança o Índice de Confiança do Setor de Consórcios - ICSC, um novo indicador para orientaç...

17/06/2024 15h42
Por: a voz dos municípios Fonte: Agência Dino
ABAC
ABAC

A Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC) está lançando um novo indicador, o Índice de Confiança do Setor de Consórcios – ICSC. Trata-se de um índice que visa mostrar ao consumidor como está a confiança dos principais executivos das administradoras associadas em relação ao sistema de consórcios e também em relação à economia de uma forma geral.

Além dos tradicionais indicadores estatísticos, publicados de forma regular, a entidade divulgará bimestralmente o resultado do ICSC, apontando as expectativas setoriais para curto prazo, com base nas respostas dos filiados à ABAC, que representam 73% das administradoras autorizadas pelo Banco Central. Esse universo corresponde a 99% dos participantes ativos do sistema de consórcios.

De acordo com a assessoria econômica, “o ICSC variará de 0 a 100 pontos, no qual a pontuação acima de 50 indicará otimismo dos empresários em relação ao sistema de consórcios no contexto econômico de curto prazo. Em contrapartida, abaixo de 50 pontos demonstrará falta de otimismo para o período analisado”, detalha Luiz Antonio Barbagallo, economista da ABAC.

Calculado e testado previamente durante o 44º CONAC Congresso Nacional de Administradoras de Consórcios, realizado em maio, o Índice de Confiança do Setor de Consórcios cravou 64,0 pontos. “Trata-se de um número expressivo, pois acima de 50 pontos aponta a confiança daquelas empresas que responderam ao questionário piloto”, valida Barbagallo. O próximo resultado será divulgado em julho.

Metodologia

Para cálculo do ICSC, serão ponderadas as respostas empresariais relativas aos seis focos seguintes: situação atual da economia, situação atual do sistema de consórcios e situação atual da administradora, perspectivas para os próximos 12 meses da economia, para os próximos 12 meses do sistema consórcios e para os próximos 12 meses da administradora associada que respondeu à pesquisa.

“O novo índice será mais um meio de análise à disposição dos consumidores que estão interessados em aderir a uma cota de consórcio”, explica Barbagallo. “Seja para formação ou ampliação de patrimônio e realização de sonhos de consumo, ou ainda para compra de bens ou contratação de serviços para geração de renda futura, por meio do mecanismo de autofinanciamento simples e econômico existente no país há mais de 60 anos”, completa Barbagallo.

Atualmente, a associação disponibiliza orientações e informações setoriais sobre o produto, dados de mercado, legislação, empresas associadas, educação financeira, entre outras, por meio dos sites: abac.org.br e saberfinanceiro.org.br. O consumidor pode, também, consultar o consorciodeaaz, um guia que explica as principais regras do sistema de consórcios.

Se por um lado, há uma tendência crescente na confiança do consumidor em consultar diversas fontes de informação, por outro, o setor produtivo poderá também planejar seus negócios considerando o ICSC.

Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC, assinala ainda que “se trata igualmente de referência positiva para outros segmentos econômicos. Vale destacar que o nosso setor contribui diretamente, também, para o desenvolvimento e crescimento dos mercados automotivo, imobiliário, serviços, de eletroeletrônicos e bens móveis duráveis, entre outros”.

Em abril, o sistema de consórcios contava com 10,53 milhões de participantes ativos. Movimentou R$ 108,67 bilhões no acumulado do primeiro quadrimestre, resultado das vendas de 1,35 milhão de cotas, no período.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.