Quinta, 21 de Janeiro de 2021
79 99979-2283
Cidades Cesta Básica

Cesta básica na cidade de São Paulo foi a mais cara do país em dezembro, diz Dieese; valor foi o maior em 19 anos

Capital paulista registrou alta de 24,67% em relação ao preço do ano passado. Em dezembro, o valor da cesta básica na cidade chegou a custar R$ 631,46, preço que corresponde a 53,45% do salário mínimo bruto vigente no país.

12/01/2021 06h51 Atualizada há 1 semana
13
Por: Redação
Análise do Diiese sobre o valor da cesta básica em todas as capitais do país em dezembro de 2020. — Foto: Reprodução/Dieese
Análise do Diiese sobre o valor da cesta básica em todas as capitais do país em dezembro de 2020. — Foto: Reprodução/Dieese

A Pesquisa Nacional de Preços de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), aponta que o valor da cesta básica de dezembro em São Paulo foi o maior registrado nos últimos 19 anos.

O preço na capital paulista subiu 24,67% em relação ao ano anterior, registrando alta acima da inflação oficial divulgada entre os meses de janeiro e novembro de 2020, que foi de 3,13% de acordo com a medição do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A cesta básica é o conjunto de alimentos necessários para as refeições de uma pessoa adulta. No ano passado, a maior parte dos produtos que fazem parte dela apresentou elevação de preços em todo o país, afirma o órgão.

Segundo o Dieese, a alta do preço da cesta em SP ano passado foi o maior aumento anual registrado pela pesquisa desde 2002, quando a cesta básica subiu 23,43% na cidade naquele ano.

 

Variação em 2020

 

Em dezembro, a cesta básica em São Paulo chegou a custar R$ 631,46, preço médio mais caro registrado no país, diz o departamento. Em Aracaju, onde foi registrado o preço mais baixo entre as capitais em dezembro, o valor chegou a R$ 453,16.

O valor de São Paulo correspondeu a 53,45% do salário mínimo bruto vigente, que é de R$ 1.045 - foi o maior percentual observado desde 2008, quando o preço da cesta chegou a 57,68% do salário mínimo naquele ano. Quando o Dieese considera o valor do salário líquido, o preço da cesta em SP passa para 65,33% do salário mínimo

Considerando o valor da cesta básica de São Paulo, o Dieese estimou que o salário mínimo necessário deveria ser equivalente a R$ 5.304,90, o que corresponde a 5,08 vezes o valor vigente. O cálculo é feito levando-se em consideração uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças.

“Não entendo nada de economia, entendo da minha casa e do meu negócio. Não sei qual a situação financeira de todo mundo, mas pessoas próximas estão fazendo a mesma coisa: vendendo o almoço para comprar a janta", afirma a comerciante Sandra Maria da Silva.

O óleo registrou a maior alta da cesta, com mais de 118% de crescimento nos preços, seguido pelo arroz que subiu 61%, o leite com alta de 31%, a carne com 25% e o feijão com 17%.

Produtos de café da manhã também registraram alta: o café em pó teve um aumento no preço de 21%, seguido pela manteiga com alta de 10,6% e o pão francês com 10%.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP

São Paulo - São Paulo

Sobre o município
São Paulo é um município brasileiro, capital do estado homônimo e principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América do Sul. É a cidade mais populosa do Brasil, do continente americano, da lusofonia e de todo o hemisfério sul.
Barra dos Coqueiros - SE
Atualizado às 10h57 - Fonte: Climatempo
28°
Pancada de chuva

Mín. 23° Máx. 32°

31° Sensação
20 km/h Vento
70% Umidade do ar
60% (6mm) Chance de chuva
Amanhã (22/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 33°

Sol e Chuva
Sábado (23/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 32°

Sol e Chuva