Sexta, 05 de Março de 2021
79 99979-2283
Cidades sergipe

recuperação da rodovia entre Lagarto e Riachão do Dantas evolui em sua execução

A recuperação dos 19 km da rodovia SE-170 entre os dois municípios se integra aos 32 km já revitalizados no percurso entre os dois municípios, seguindo o novo padrão estabelecido nas rodovias estaduais

22/02/2021 17h02
19
Por: Redação Fonte: ascom ASN
recuperação da rodovia entre Lagarto e Riachão do Dantas evolui em sua execução

"Estou gostando muito de passar por aqui, ver a estrada nova e esse monte de gente e máquinas diferentes trabalhando. Está ficando bom e quando estiver pronto, vai ser uma maravilha". A declaração do agricultor José Agnaldo de Jesus, de 52 anos, é por conta de motoniveladoras, rolos pés de carneiro, caminhão espargidor, rolo liso, acabadoras asfálticas, rolos de pneus, caminhão comboio, máquina recicladora, diversas caçambas e dezenas de trabalhadores que estão atuando, em vários trechos, na obra da rodovia SE-170, entre Lagarto e Riachão do Dantas. 

Realizada pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs) e do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), a recuperação dos 19 km da rodovia SE-170 entre os dois municípios se integra aos 32 km já revitalizados no percurso entre Riachão do Dantas e Tobias Barreto, seguindo o novo padrão estabelecido nas rodovias estaduais, o que corresponde a seis metros de pista de rolamento (cada uma com três metros de largura) e dois metros de acostamento (um para cada lado da via).

Inserida no Pró-Rodovias, programa que faz parte do Avança Sergipe, cuja missão é reaquecer a economia do estado prejudicada em razão da pandemia da Covid-19, a obra recebe investimentos na ordem de R$ 12.107.678,13. Os serviços compreendem reciclagem do asfalto, terraplanagem, drenagem, pavimentação asfáltica, implantação de meio-fio em concreto em alguns trechos, e, por fim, sinalização vertical e horizontal.

Segundo o diretor-presidente do DER, Carlos Alberto Araújo, os trabalhos seguem dentro do previsto no cronograma. "Atualmente, contamos com 110 colaboradores (diretos e indiretos), que executam os serviços de reciclagem, terraplenagem, drenagem e pavimentação. Dos 19 km do trecho, 18 km já foram reciclados e 11 km já receberam a nova pavimentação asfáltica, o que demonstra um avanço da obra", detalha.

Morador do povoado Colônia 13, no município de Lagarto, o promotor de vendas Natan Melo Santos, 30 anos, se mostra satisfeito com o avanço das obras. "Quase todos os dias faço o percurso entre as três cidades, e, posso assegurar que a diferença é grande. A pista estava cheia de buracos, não existia acostamento, trafegar em dias de chuva era complicado demais, corríamos muitos riscos, agora a diferença é enorme e a aprovação de quem passa por aqui é positiva", frisa.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto, a recuperação da rodovia trará muitos avanços para a economia. "O trecho entre Lagarto e Riachão do Dantas foi construído em 1990; o de Riachão a Tobias Barreto, em 1979, e, essa é a primeira grande revitalização pela qual esses dois trechos da rodovia passam. Além de melhorar a trafegabilidade e garantir conforto e segurança aos condutores e moradores das suas imediações, a obra vem atender não apenas ao aumento na quantidade de veículos que por ela trafegam diariamente, mas, sobretudo, à realidade econômica e produtiva do Território Centro do Sul e do estado, uma vez que a via é um acesso importante à região Nordeste do estado da Bahia", ressalta.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.