PENA

A pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, trouxe uma nova realidade para milhões de pessoas em todo o mundo. Os primeiros países acometidos adotaram diversas medidas restritivas para prevenir e evitar a disseminação do vírus, entre elas a quarentena obrigatória. Para casos suspeitos e confirmados do Covid-19, o isolamento social é imprescindível.  

Mas, você sabia que o descumprimento das medidas de isolamento social deve ser tratada de forma administrativa, inclusive com o estabelecimento de multa? O doutor em Direito e professor da Universidade Tiradentes, Ronaldo Marinho, explica que é legítimo e constitucional as determinações implementadas.

 

PENA 2

“Desobedecer às medidas de isolamento colocando em perigo a vida e a saúde coletiva, configura o crime de descumprimento de medidas sanitárias”, salienta o docente.

De acordo com o artigo 268 do Código Penal, infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa pode gerar pena de um mês a um ano de detenção, além de multa. 

“Com relação à prisão, nesse caso é uma medida extrema, mas legalmente prevista, visto que temos pessoas que mesmo diante das multas teimam em descumprir as determinações de quarentena obrigatória”, enfatiza. 

 

PENA 3

“Tivemos a aplicação de multas e também de prisões, anunciadas pela imprensa, sendo certo que não se tolera com isso os excessos que porventura sejam praticados pelos agentes públicos. Isso não exclui o dever de obedecer à ordem do funcionário público e de se retirar do local. Há relatos de pessoas com confirmação do Covid-19 e que não respeitam a quarentena, isso é gravíssimo”, observa Marinho.

Para o especialista, em Sergipe, tanto o governo estadual quanto os municipais estão atentos para estes casos. “As forças de segurança estão preparadas para agir com rapidez, caso as medidas administrativas não sejam respeitadas. Recentemente, vimos isso no caso dos jovens na praia, festas particulares com grandes aglomerações, que estão proibidas”, declara. 

 

 

PICARETAS/BARRA

Pense numa oposição imbecil, mas sem generalizar alguns seguimentos. Porra, usar a crise em benefício próprio e fazer política é de lascar. Jogam asneiras, fomentam a discórdia sem a responsabilidade de observar os sacrifícios de centenas de servidores que estão arriscando a vida para servir a comunidade. O prefeito cortou todas as gratificações dos servidores e cortou o seu salário pela metade. Tudo isso para garantir o funcionamento dos programas sociais. Mas tem gente que tem sido cruel e tenta enganar o povo. Mas para Deixa Airton e sua equipe o povo não faz nada.

Deixa Airton e sua equipe trabalharem. Se unam e façam alguma coisa para o povo. Façam doações como seres humanos. Sejam uteis. Hebert, por exemplo tem o costume de fazer caridade. Perguntem a ele como fazer. Onde moro várias famílias se uniram e montaram cestas básicas para atender famílias vulneráveis. Todos podem fazer alguma coisa. Samuel, pessoa simples fez dezenas de doações de cestas básicas. Será que esses caras que tem grana só sabem arrotar?

 

MÁSCARAS/BARRA

A secretaria de Saúde está fazendo doação de 10 mil máscaras as pessoas que enfrentam filas ou que utilizam serviços nos atendimentos ao público.  Mas o comércio tem que seguir as regras. Não pode entrar nos estabelecimentos sem máscaras e quem atende, tem que usar e orientar seus clientes.  Chega de pensar somente em lucros e colocar a vida das pessoas em risco. Os casos de Covid-19 estão crescendo e pessoas podem morrer. Transporte público não pode permitir pessoas sem máscaras. Na Barra somente o G. Barbosa está respeitando as determinações. Os próximos 15 dias são decisivos e o isolamento é preciso que seja respeitado.

 

CÂMARA/BARRA

A concorrência para ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores da Barra dos Coqueiros foi muito e será muito mais ainda este ano. Mais de 100 postulantes estão nas suas pré-campanhas.  Melhor do que ser vereador da Barra, só o Senado. Lá é um paraíso. Três pessoas decidem por todos os moradores de um estado e o seu valor é incalculável nas manobras das brigas por interesses.

 

PADEMIA/BARRA

A volta as aulas não serão possíveis nos próximos 30 dias. Seria um risco enorme expor crianças a essa pandemia ainda sem controle. A Barra levou 45 dias para aparecer o primeiro caso e ai desembestou. Muita gente não está nem aí para os riscos. Passeiam normalmente como se nada estivesse ameaçando.  Não ande sem máscara em locais públicos. Vá as compras de máscara. Lave as mãos sempre.

 

MERCADO/BARRA

A prefeitura irá investir quase R$1.5 milhão de reais para construir o mercado municipal.  O processo de licitação segue os prazos legais e assim que a pandemia do Covid-19 estiver sobre controle as obras serão iniciadas.

 

FRANKELINE/BARRA

A suplente de vereadora Frankeline Bispo é fortíssima candidata a conquistar um mandato nas eleições 2020. Na eleição passada foi uma revelação, obtendo 402 votos e não parou de trabalhar. Vem fortalecendo laços com lideranças dos bairros, povoados e sede. Uma mulher de fibra, capaz de fortalecer a Casa Legislativa.

 

DEMAGOGIA/BARRA

Muito fácil jogar para plateia, decisões das quais, pessoalmente, não possa tomar.  As cidades de todo mundo vivem de arrecadação de tributos gerados pelas vendas, compras e produção. Esses três seguimentos parados, as prefeituras quebram. É preciso muita responsabilidade e pensar no futuro do município. Prefeitura quebrando quem vai sofrer é o pobre. Irão faltar serviços e os programas sociais.  Na Barra um demagogo fez um vídeo sugerindo o que a cidade não pode fazer pela alta carga dos programas sociais. Sugerimos que faça doação do seu salário para alguma entidade social. Promova cestas básicas para famílias acima de 10 moradores por habitação. Faz porra nenhuma. Quando teve salário reduzido, prefeito, vice e CCs o cabra pirou, precisou de assistência médica.

Usar o coronavírus para fazer política é uma violência contra a inteligência do pobre. É te chamar de burro. 

 

COMITÊ/BARRA

O Comitê de enfrentamento e combate ao Covid-19 na última reunião realizada esta semana ficou decidido que a prefeitura de Barra dos Coqueiros, em conjunto com as Secretarias de Saúde, Assistência Social, Agricultura, Defesa Social, Vigilância Sanitária, Comunicação e 2a Cia da Polícia Militar, vão tomar medidas na ampliação da fiscalização e orientação da população no combate ao Coronavírus, em consequência do avanço de casos na cidade. Lamentavelmente será preciso fazer valer a lei e o Ministério Público pode colaborar nesse sentido.

 

COMITÊ II /BARRA

Palavras de Talita Costa, Secretária de Agricultura " Vamos dar continuidade ao trabalho que estamos desenvolvendo, como a notificação e realocação dos ambulantes das vias públicas. Na feira livre, implantaremos grades de proteção com acessos de entrada e saída para maior segurança e para higienização estamos disponibilizando pias com água e sabão, para higienização das mãos. O horário da feira amplamente divulgado em carro de som está sendo das 7 as 17 horas, inclusive as sextas-feiras."

 

COMITÊ III /BARRA

"Foram fixadas placas em diversos pontos da Barra, tanto na sede, como nos povoados, incentivando a prevenção do Covid-19. Entregamos os medicamentos para duração de até três meses para os pacientes hipertensos, diabéticos e outras patologias, disponibilizamos terapeutas e psicólogos com atendimento on-line e continuaremos trabalhando da melhor forma, para conscientizar a população da importância de ficar em casa." Informou a Secretária de Saúde, Eliana Martins.

SOCIAL/LARANJEIRAS

Uma cidade onde mais de 50 por cento da população vive em situação de pobreza plena, a ausência do poder público com programas sociais é gritante. Na atual administração não existe de forma regular o programa de CESTAS BÁSICAS. Desde a administração de Juca de Bala que mais de 3 mil famílias estão órfãs desses programas. As cestas dadas pela PREFEITURA na época de Juca, eram equivalentes a uma feira de supermercado para uma família de três membros passar o mês.  Nada de efetivo tem sido feito para amenizar o sofrimento dessas pessoas nesse período de Coronavírus. Alimentação nesse momento tem que merecer uma atenção especial. As pessoas estão passando necessidades. É uma questão de consciência. As obras pararam e pensávamos que esse dinheiro seria para ser destinado aos programas sociais. Tem que priorizar o social nesse momento. Faça e vamos aplaudir.

SOCIALII/LARANJEIRAS

Quando se trata de social as pessoas também podem fazer a sua parte. Basta organizar nas suas igrejas onde não tenham candidatos, comissões isentas para assistir famílias. Fica difícil? Faça isoladamente e motive o vizinho, o amigo, o parente a fazer o mesmo. Grupos da paroquia podem se mobilizar também.  Hoje uma reunião pode ser feita até pelo ZAP.

SAÚDE/LARANJEIRAS

A Secretaria de Saúde de Laranjeiras está mobilizada e está fazendo a sua parte. O trabalho de conscientização, doação de máscaras nas filas e exigir dos estabelecimentos comerciais o cumprimento do decreto ajuda. Até o fechamento dessa edição Laranjeiras  estava sob controle. Dois casos já registrados, mas a contaminação não foi provocada de forma comunitária na cidade. O esforço tem que ser de todos. O isolamento tem que permanecer.

 

AVANTE/LARANJEIRAS

Pelos nomes apresentados nas redes sociais pelo partido Avante, para disputar vagas na Câmara de Vereadores as chances existem para eleger um vereador. Fizemos as contas e o Avante poderá ser o partido que elegerá o vereador com menos votos. Acima de 200 votos uns quatro brigam por uma vaga. Duas vagas são terminantemente impossíveis. O Avante apoia Paulão.

 

DEM/LARANJEIRAS

O DEM de Laranjeiras é composto pela elite dos candidatos a vereadores. Elite não pela posição social dos seus filiados, mas pela capacidade de angariar votos. São cinco vereadores no seu quadro de filiados e isoladamente tem chances de fazer a maior bancada.

 

RENOVAÇÃO/LARANJEIRAS

Na última eleição ficaram de fora 5 vereadores e nas eleições deste ano nada vai mudar muito. Deve se repetir o mesmo percentual de renovação. Cinco vereadores com mandatos deixarão de frequentar o cercado do plenário da Câmara. Não conseguirão a reeleição.

 

MDB/LARANJEIRAS

O MDB/Laranjeiras brigará para ser agremiação com mais cadeiras na Câmara de Vereadores. Uma boa disputa com o DEM de Paulão. Até nesse caso a disputa tende a ser Juca e Paulão. 

 

MDB II/LARANJEIRAS

O partido já bateu o martelo e Juca de Bala será o candidato a prefeito nas eleições deste ano. Como se organizou a tempo, tem um leque de bons nomes para escolher como companheiro de chapa.  Em tempos de coronavírus os contatos de Juca junto aos apoiadores tem sido virtual e na próxima semana fará um contato pela web com os conterrâneos de Laranjeiras.

VOTORANTIM/LARANJEIRAS

A Votorantim Cimentos, por meio do Instituto Votorantim, iniciará nos próximos dias as atividades do programa AGP – Apoio à Gestão Pública, com foco no enfrentamento ao novo coronavírus, em mais de 20 cidades brasileiras, distribuídas pelas 5 regiões do país.

 

VOTORANTIM II/LARANJEIRAS

A Prefeitura de Laranjeiras, município localizado na Região Metropolitana de Aracaju, está entre as priorizadas que receberão apoio do programa, que é oferecido às prefeituras na forma de assessoramento para elaboração de projetos que contribuam para a melhoria da gestão e no desenvolvimento urbano.

Em cada localidade, a consultoria irá realizar um diagnóstico da realidade do município e, em conjunto com as lideranças locais, estruturar um plano de ação que auxilie no controle do avanço dos casos da doença, considerando prevenção, tratamento e orientações à população.

 

VOTORANTIM III/LARANJEIRAS

Segundo a gerente de Transformação Social da Votorantim Cimentos, Priscilla Alvarenga, o objetivo da iniciativa é contribuir para que as prefeituras aprimorem a assistência em saúde municipal para avançarem no trabalho de prevenção e combate à doença. “Em um momento de crise, os municípios enfrentam ainda mais dificuldade para superar os desafios. Nesse sentido, o AGP traz uma contribuição concreta às prefeituras na readequação de seus modelos de gestão para que consigam atender as demandas da população de forma ágil e eficiente, com equilíbrio fiscal e financeiro”, destaca Priscilla.

Colunas anteriores

[1][2][3][4]

instagram-icone-icon-1.png
Whatsapp-Imagens-Png-zg9Ts7.png
logo-facebook-transparente2.png

A VOZ DOS MUNICÍPIOS